Artigo: “Protagonismo Profissional: Autoconhecimento + Conhecimento + Comportamento + Inteligência Atitudinal”

O que é protagonismo profissional para você?

Se você ainda não parou para pensar nisso. Tudo bem. Eu trago esse tema para nossa reflexão.

O que é ser um protagonista de sua profissão?

Tudo começa nas escolhas.

Outro dia uma pessoa me fez a seguinte pergunta: “Deise, vou iniciar o pré-vestibular. Qual carreira eu devo seguir?”. Tal pergunta, levou-me a um alto grau de preocupação.

É claro que falar de carreira é muito difícil, tendo em vista a idade da escolha, portfólio de opções no mercado, carreiras fáceis aonde rapidamente se ganha dinheiro e por aí vai.

Bem, não cabe ao outro escolher e nem ao menos sugerir que você siga a carreira X ou Y.

Cabe a você decidir por si.

Digo isso por que tenho experienciado uma série de situações onde clientes de coaching, escolheram seguir uma profissão totalmente diferente de sua essência. Resultado: estresse, complicação com a saúde, infelicidade, conflitos, entre outros.

Então, como descobrir a profissão de sua essência?

Isso exige algumas competências comportamentais, pesquisa, investigação e atitude adequada.

Isso exige CONHECIMENTO DE QUEM VOCÊ É!

Primeira coisa a fazer é olhar para o ponto dentro de você. Aumentar o nível de Autoconhecimento.

Entender quem você é, o que te motiva, suas principais características, como se relaciona com pessoas, o que gosta e o que não gosta, ponto forte e ponto a desenvolver.

Para que você consiga levantar sozinho esse conjunto de informações, você precisa desenvolver a competência do estado presente.

Sabe o que é isso?

Simplesmente o fato de melhor se perceber a sua volta. Sentir o cheiro das coisas, olhar os mínimos detalhes da paisagem, perceber o barulho que o pássaro faz, ou seja, direcionar sua mente para o local onde seu corpo se encontra. Saber dominar os dispersores e não permitir ser dominado por eles.

Se conseguir fazer isso, estará pronto para olhar para o ponto de dentro de você e escrever mentalmente sua biografia, auto avaliar seu comportamento diante das situações, comparar esse mesmo comportamento com outras situações, entender como responde aos insultos, como tem sido o relacionamento com amigos, familiares, enfim, um grupo de informações que permitirão entender a si mesmo.

Como o propósito de contribuir para a investigação do ponto dentro de você, o mercado oferece alguns testes de avaliação do perfil comportamental. Costumo usar o Inventário do Perfil Comportamental DISC da E-Talent, adaptado para o perfil brasileiro e com 99,9% de precisão conforme estudo em uma universidade na África do Sul.

Ele traz um rico conjunto de informações que ajudam o indivíduo a perceber o caminho que tem percorrido no desenvolvimento de sua competência comportamental, contribui para melhor entender o talento que mais se aproxima do perfil do indivíduo e principalmente qual é a sua essência.

Ainda sim, para potencializar a compreensão do inventário, você vai precisar desenvolver a competência do estado presente.

Aí então chegamos ao ponto máximo de nossa reflexão, que é descobrir o que se tem paixão, fazer o que ama. Essa é a sua essência, sua missão, seu compromisso com a vida.

Quem faz o que ama é mais feliz!

Muitos rebatem quando eu falo isso. Eles acham que é antagônico fazer o que se tem paixão e sobreviver no mundo.

Não é o que os jogadores de futebol e esportistas dizem. Para eles não existe trabalho e sim um sentido de vida.

O outro ponto é o CONHECIMENTO técnico de alto nível.

Se você tem o conhecimento necessário para alcançar seu objetivo. Se já realizou todas as pesquisas, investigações, fez cursos de aprimoramento, leu livros técnicos, ou seja, já esgotou todo o emaranhado de fios agregadores para o alcance de um diferencial competitivo, e tem buscado evoluir nos níveis de habilidades:

1-conhece

2-conhece e faz com supervisão

3-conhece e faz sem supervisão

4-conhece e ensina

5-conhece, ensina e inova

Encontre agora uma referência. Alguém que você admira e deseja ser parecido, ou melhor, modele esta pessoa. Identifique como ela se comporta, quais são seus hábitos, como conquista resultados e por aí vai. Essa é uma técnica que a PNL – Programação Neurolinguística nos empresta. A técnica da modelagem.

Contudo, após falarmos de autoconhecimento e conhecimento técnico, a etapa é desenvolver COMPORTAMENTOS ADEQUADOS.

Segundo pesquisas, o comportamento humano tem um peso superior a 80% de seu resultado. Isso dá ainda mais imponência para o assunto autoconhecimento que falamos acima. E, conhecer melhor o outro é conhecer a si mesmo primeiro.

Então, você a essa altura, já sabe qual é sua resposta diante de conflitos.

Já sabe como se comporta e se relaciona com pessoas, entende quais são os novos hábitos a serem adquiridos e que comportamento adequado precisa ter para ser um protagonista profissional, compreende que cada um de nós possui uma bagagem mental (como já falei em outros artigos). E que ela é composta pelo comportamento herdado de nossos antepassados, religião que frequentamos, escola, sociedade, estilo educacional recebido, experiência vividas.

Precisa agora é aprender como entrar em sintonia com as pessoas e conquistar o Rapport, ganhando confiança e provendo relacionamentos ricos e proveitosos para o networking.

Desenvolver habilidades sensoriais, conseguindo conexões agregadoras com pessoas visuais, auditivas e cinestésicas.

Por fim de nada adianta o autoconhecimento, conhecimento técnico, se o indivíduo não sabe exatamente como usar esses instrumentos.

Precisa ter INTELIGÊNCIA ATITUDINAL.  

Ter atitude inteligente significa ter flexibilidade, visão de futuro, ponderação, autoconfiança, automotivação, estado presente e uma mentalidade estratégica para saber usar os recursos comportamentais e técnicos de forma inteligente.

Precisa saber fazer escolhas, mesmo com possibilidades de erros, além de ser diretivo (saber direcionar seu avião para que ele aterrisse no aeroporto que você determinou).

Contudo, ter inteligência atitudinal é encarar desafios, com convicção e firmeza, mesmo que a maré reme contra.

“Lembre-se que o avião decola contra o vento, não a favor dele” (Henry Ford)

Assim, concluímos que o protagonismo profissional é composto por Autoconhecimento + Conhecimento suficiente + Comportamento adequado + Inteligência Atitudinal.

Protagonismo profissional é a chave para o alcance da qualidade de vida e para o verdadeiro sucesso.

Finalizo fazendo menção a uma frase muito pertinente para o que falamos acima. “A vida é da cor que agente pinta” Marli Arruda.

Ass: Deise Machado

Compartilhe

4 Replies to “Artigo: “Protagonismo Profissional: Autoconhecimento + Conhecimento + Comportamento + Inteligência Atitudinal””

  1. Olá Deise!

    O artigo é ótimo e com dicas valiosas que se estudadas, entendidas e aplicadas darão um melhor direcionamento para atuar em qualquer setor profissional de forma mais acertada e consequentemente com mais alegria e satisfação.
    A chave do sucesso é assumir quem é, o que quer e onde quer chegar. E você colocou brilhantemente todos os passos que poderão ajudar o profissional a chegar lá.

    Parabéns pelo texto!

    Um grande abraço

    Angela Midori

  2. Nossa, Tudo que vem de você é inspirador!
    Sou muito grata por ter conhecido o GRID e você e o Sidney pessoalmente, fiz 2 cursos e assisti a 2 palestras maravilhosas no GRID, não existe monotonia nem
    Desânimo em vocês, (Sidney e Deise).
    A cada dia que passa me inspiro mais em vocês e sonho um dia ser tão boa profissional quanto vocês!!
    Parabéns pelo artigo e pelos excelentes trabalhos memoráveis e inspiradores!
    Vocês Realmente Transformam pessoas!
    #Gratidão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *